10/11/12

Hum, que cheiro...


Duas melgas estão a conversar, na parede de uma sala de estar uma ficou gordinha após o jantar, a outra, escanzelada, passa uma fome de amargar.
– Não terá uma presa pra mim?
– Se aquiete, menina, seu banquete há de chegar.
Chegou mesmo foi um cheiro esquisito no ar.
Inseticida, dos bons, para com mosquitos acabar.
– Ih, ferrou, vamos para a janela voar...
Seguiram, noite afora, uma com a barriga a roncar a outra ainda zonza a planar!

Bia Hain, Brasil
(ilustração enviada pela Bia)

Sem comentários:

Publicar um comentário