27/11/12

Impaciência


relógio   Gioconda   data   tâmara   rabo   bochecha  chamas



Olhei para o relógioGioconda, desesperada, ergueu-se da cadeira e bombardeou:
- Estou aqui há uma data de tempo e o sô doutor ainda nem sequer chegou!
- Ficou preso no trânsito, senhora, acalme-se!
Intervi.
- É servida? Tire uma tâmara!
A mulher já não se aguentava - a consulta era para dentista - até de dores no rabo se queixava, incomodada com o assento.
Veio o médico, finalmente, e Gioconda:
- Olhe esta bochecha a arder!
(E as chamas atingiram-no sem piedade!)
Cocas, 37 anos, Portugal

Sem comentários:

Publicar um comentário