07/11/12

Pobre leitão!


Quando o leitão ouvia a dona dizer à porta da pocilga: “Está quase bom para o forno” só pensava em tapar-lhe a boca com uma rolha ou atirar-lhe o almofariz à cabeça. Aquela frase parecia o toque de um despertador. Gostaria de fugir daquela prisão para jogar com a bola de ténis, comprar uma vespa em Roma ou voar pelo céu num papagaio de papel!
Acordou ao som daquela voz tenebrosa: “Está quase bom para o forno”… 

Eugénia Edviges Parracho

Sem comentários:

Publicar um comentário