02/11/12

uma história livre (de desafios)


Deliciou-se. Achou que se tinha deliciado com a garfada de chocolate a derreter-se na boca. Mais uma e mastigou com calma, a sentir o prazer todo na língua, nos dentes, no palato. Vibrava o sentido gustativo. Derreteu-se ainda mais o chocolate na boca. O prazer fez-se sentir no cérebro. Semicerrou as pálpebras. Lambeu o canto dos lábios. Olhou para o prato. Havia ainda mais um bocadinho, preparou-se para o saborear. Recostou-se e adormeceu. Sonhou com chocolate negro.

Rosário Oliveira, 47 anos, Leiria

Sem comentários:

Publicar um comentário