19/12/12

Era uma vez...



Era uma vez uma menina
Que por cima das nuvens vivia
Levada e traquina
Ano inteiro fazendo estrepolia


Um dia na nuvem deitada
Viu um anjo aproximar
Esfregou os olhos, abobada
Pensou, estou a delirar

Beliscou-se, sentiu dor
Olhou, o danado estava ali
Veio com papo de grande amor
Disse ela, disso eu manjo, sai daqui

Como pôde isso fazer
A menina tentar iludir
Desse marmanjo, ferrou a correr
Na leveza da nuvem, se pôs a cair



Majoli Oliveira, Brasil