04/01/13

Bom ano!



Bom augúrio à saída do velho ano
Saber conviver com novos amigos e cumplicidades
É sentimento real afastando névoas e fantasmas
O essencial é dar o que tens para dar, não
Calar se não queres calar, e falar
até as palavras soarem e abrirem o
Ser uma e outra vez espantado no
Tempo e no espaço, reabrindo trilhos antigos
de bichos e humanos, na passagem de ano a
Falar de dores, esperanças, hesitações e desejos. Bom Ano!

João Xavier, 53 anos, desde Carnaxide, Oeiras