06/01/13

Lembrança




Bom, já sabes que sempre é bom
Saber a cor e o brilho dos teus sonhos
É sempre bom saber e ouvir em alta voz
O som projetado dos teus desejos ofuscados
Calar a imensa vontade emergente
Até que um dia finalmente deixe de
Ser, contudo não leva a que ele desista, o
Tempo e que a seu tempo esqueça ele
De pedir um pouco à lembrança e de
Falar a seu tempo, deles: os sonhos desejados.

Catarina Peças