21/04/13

Sentia-lhe a falta

Sentia-lhe a falta, de lhe tocar, de o cheirar. Quando chegou foi como se o sol brilhasse novamente. Não te tinha mas tinha-o a ele. Abri o embrulho e sentei-me no sofá. Faltava o meu marcador de livros preferido, verde esmeralda e prateado. Mesmo assim o prazer subiu-me à alma. Passei os dedos pela capa novinha em folha e pensei em ti. Quando o abri o meu coração encheu-se de emoção porque te encontrei em cada página.

Alexandra Rafael, 35 anos, Albufeira

Sem comentários:

Publicar um comentário