10/06/13

Mudar, finalmente

Num mundo distante, no céu escuro.
Onde as estrelas brilhavam sem parar!
Em que a Lua conseguia iluminar...
Tudo o que estava à volta.
Habitantes muito pequenos corriam sem parar.
Como se quisessem chegar a algo.
Com um nome bastante, imensamente vulgar.
Felicidade: Para eles impossível de alcançar!
Pois com a sua vida desvairada.
Raramente (ou até nunca!) podiam parar!
Até que lá chegou um menino!
Que, falou com o governador.
E, unidos...
Tudo conseguiram, finalmente mudar!

Ridkyoescritor, 11 anos, Pedroso, Vila Nova de Gaias

Sem comentários:

Publicar um comentário