10/06/13

Namorados na sala

– Me amas?
Sim!
– Verdade? Sim, te amo muito!
O pai cansado queria dormir, trancar a porta. Ter a certeza de tudo bem fechado.
– É hora, filha!
Sim, papai! Pedro já vai!
Um tempo e lá, além dos beijos, a questão:
– Me amas? Sim!
– Muito? Sim!
De “saco cheio”, o pai diz:
– Já não falei?
Sim, papai!
– Deixem de papos furados e vão dormir! Estamos indo!
– Estamos?
Sim! Aqui na sala não podemos namorar!
O pai cai duro!

Chica, 64 anos, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil



Sem comentários:

Publicar um comentário