21/09/13

A águia e a lagartixa

Era dia de equinócio e o sol cruzava nesse momento o plano do equador. Ora, os dias e as noites tinham agora a mesma duração, menos sol para aquecer o sangue frio, debaixo desta pele escamosa, pensou a lagartixa, enquanto se espreguiçava, lânguida, no muro de xisto escaldante. De repente no azul do céu surge uma sombra, quase escurecendo o sol. A águia predadora rondava por ali desde manhã. Veloz esconde-se no matagal seco que a protege.

Alda Gonçalves, 46 anos, Porto

Desafio nº 51 – sobre uma imagem de Francisca Torres

Sem comentários:

Publicar um comentário