21/09/13

A Astuta Lagartixa

O menino passava parte do tempo no quintal dos avós;  espiava o frenesi mecânico das formigas, as
diáfanas borboletinhas que voejavam de flor em flor, o ballet acrobático dos gatos em cima do muro...  Intrigava-o contudo, o interesse duma lagartixa que, invariavelmente, estacava diante de duas pintas na parede. Depois sumia assustadiça.
Deixou de aparecer. Uma tarde, o menino vislumbrou um enorme sardão, marcando território.
Astuciosa, a lagartixa deu à soleta antes que o predador a alcançasse.

Elisabeth Oliveira Janeiro, 69 anos, Lisboa

Desafio nº 51 – sobre uma imagem de Francisca Torres

Sem comentários:

Publicar um comentário