17/09/13

A Vida Habitua-se…

A vida de vez em quando prega-nos partidas, fazendo resvalar transversalmente em nossos pés, o mundo seguro que fomos construindo.
Transcrever depois o que sentimos, é algo que transcende desmedidamente todas as nossas capacidades.
Enormes transições. Avassaladoras, quase desumanas, fazem ruir por terra nossos velhos pilares, transvazandoem rios as nossas lágrimas.
A vida habitua-se. O corpo? Esse vai reagindo lentamente, transcendendo os nossos medos, transpondo pouco a pouco, habilmente e sem transgressão, trincheiras erigidas à nossa passagem.

Graça Pinto, 55 anos, Almada

Desafio RS nº 5 – 7 palavras com TRANS–– (no início, não necessariamente prefixo)

Sem comentários:

Publicar um comentário