11/09/13

Avô...

Mal o ronronar do 4X4 anunciava a chegada, e já Adélia corria ao encontro do avô, transbordando de alegria. 
– Ó pai, agora não – transmitiu, determinada, quando o viu aproximar-se em direcção ao veículo.
Ele sorriu e transigiu, esperando que o adiamento fosse transitório, mas já o dia se apresentava translúcido, quando a folia acabou.
Cansados de tanto brincar, ambos precisavam de algo que os transmutasse em seres restaurados. Foi o batido a garantir a transfusão de energia. 

Quita Miguel, 53 anos, Cascais
Desafio RS nº 5 – 7 palavras com TRANS–– (no início, não necessariamente prefixo)

Sem comentários:

Publicar um comentário