11/09/13

Natureza

Ser médico na aldeia, não é fácil, porém, transforma-se em algo muito agradável.
As várias distâncias são efectuadas a pé, porque não existem outros meios de transporte. É muito saudável!
Nas ruas, os transeuntes são poucos e todos se cumprimentam!
O caminho, ao longo do ribeiro, mostra as águas transparentes.
Ao transpor a ponte de madeira, fica-se em transe, com a beleza avistada, depois da curva do caminho.
Felizmente, a mala dos utensílios necessários é facilmente transportável!

Arminda Montez, 75 anos, Queluz 


Desafio RS nº 5 – 7 palavras com TRANS–– (no início, não necessariamente prefixo)

Sem comentários:

Publicar um comentário