15/09/13

Transfigurada

Após quase uma hora em frente ao espelho, Beatriz estava transfigurada. Era uma nova mulher. Ao sair de casa, transportava um sorriso transbordante. Nunca se sentira tão segura de si. Reparava em si nas montras translúcidas e nos olhares masculinos em transe. Atravessou a cidade a pé, podia ter ido de táxi. Nessa noite, até a lua a observava.
Entrou no restaurante. O Pedro aguardava-a num recanto a meia-luz. Quando a viu, transtornado, saiu-lhe:
– Que corpo transparente!

Orlando Nascimento, 36 anos, Lisboa 

Desafio RS nº 5 – 7 palavras com TRANS–– (no início, não necessariamente prefixo)

Sem comentários:

Publicar um comentário