14/11/13

A cobra

Sempre tive asco a cobras, lembro-me que em miúda, minha mãe me mandou ao sapateiro para este me coser um saco, quando o abri, saltou de lá uma cobra para o meu pescoço, ia sendo o caos, vi o caso mal parado, com a soca, que não eram ocas, conseguimos matá-la. Fui para casa e minha mãe fez-me um chá para eu acalmar, disse-me: coas o chá, toma-o para que te cosa o vestido que ficou rasgado.

Maria Silvéria dos Mártires, 67anos, Lisboa

Desafio Rádio Sim nº 7 – anagramas com S C O A

Sem comentários:

Publicar um comentário