13/11/13

Em saco roto

«Um saco roto?», pensou. «Cabeças ocas… Devem estar à espera que eu o cosa e, já agora, que lhes arrume a casa.»
O caos estava instalado naquele T2. Ela, a solteirona e fuinha tia, não escondia o asco que a desordem lhe causava. Enquanto uma revirava a sapateira em busca da soca perdida, a outra olhava impávida as natas no leite e ainda se atreveu:
– Tia, coas
A velha fez cara de caso, virou costas e saiu.

Carina Leal, 30 anos, Pombal

Desafio Rádio Sim nº 7 – anagramas com S C O A

Sem comentários:

Publicar um comentário