13/04/15

Rédeas saborosas

– O guarda-fios pode negar o que quiser, mas eu deixei as rédeas aqui e não esteve cá mais ninguém. Quem as poderia ter levado, senão ele? – reclamava Xisto, enquanto vasculhava o guarda-arnês.
Furioso, despiu o guarda-pó e dirigiu-se para a mansão em busca de uma saída.
– Verba para arreios não há, está esgotada. Desenvencilhe-se – afirmou o guarda-livros, olhando-o de soslaio.
Escondido atrás do guarda-vento, o rafeiro alentejano afiava os dentes nas correias, cobiçando já o delicioso guarda-chuva.

Quita Miguel, 55 anos, Cascais
Desafio RS nº 24 – 6 palavras com GUARDA-


Sem comentários:

Publicar um comentário