30/04/15

Terror...

Uma tosse seca abanou aquele conjunto de ossadas bizarras. As raparigas colavam-se ao colchão, escondidas debaixo do edredão, que lhe pesava como se tivessem um elefante em cima. Tamanho era o medo! A situação arrastada deixava-lhes os nervos em franja. A mais afoita tacteou a mesa de cabeceira e agarrou um agrafador, atirando-o ao esqueleto no momento em que ele estendia aqueles braços na direcção delas. Truuuum! Silêncio! Espreitaram e viram um lírio no meio do chão.

Rosa Maria Pocinho dos Santos Alves, 51 anos, Coimbra

Desafio nº 89 – hist c tosse+lírio+elefante+agrafador

Sem comentários:

Publicar um comentário