19/05/15

Disseram que sim...

Disseram que tinhas partido, disseram que sim… Incrédula, os meus dedos magoados batem ao de leve no vidro do quarto onde sempre entrei com convicção. Hoje é o receio que me reveste a alma. O mesmo temor impele-me a repetir o gesto, a bater suavemente… Não quero o vazio desse lado, não quero o vazio do teu lado! Fujo, derrotada, antes do final do combate.
Anos mais tarde, disseram que afinal não tinhas partido, disseram que sim…

Elisabete Bernardo, 47 anos, Santo António dos Cavaleiros
Desafio RS nº 25 – dedos que batem no vidro (cena)


Sem comentários:

Publicar um comentário