23/06/15

O início

Todos os dias, Irina dizia a si mesma que não era capaz. Amara-o de modo tão audaz e profundo que se sentia vazia de si. Dezembro era o mês do azevinho e o do início da sua grande paixão. O cheiro a alfazema dos lençóis trazia-lhe à memória os bailados de amor. Não fazia ideia de como erguer-se das cinzasSozinha percebia-se incapazZangada, sim, zangada, pois deixara-se enganar. Fazer as pazes consigo própria, era um início…

Amélia Meireles, 62 anos, Ponta Delgada

Desafio RS nº 22 – todas as frases com 2 Zs