14/06/15

O que o amor tem para dar

O que é amar se não um mar, em demasia a derramar?
E não há aridez que resista a palavra evocada,
Nem sede que não seja saciada,
Silêncio! Olhos nos olhos!
A regra é dizer com o olhar...
Mãos, afetos em tranquilidade,
Almas em confidência.
Nem susto, desconfiança,
Amor é pleno entregar!
Então me abraça agora, vamos exercitar?
Sem encruzilhadas, atentos ao caminho do coração!
Deixar o amor expandir, pois a vida dele prescinde para se justificar!

Roseane Ferreira, Macapá, Amapá, Brasil
Publicado aqui. http://www.anezinha.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=5285471
Desafio nº 54 – pares de palavras com sentido contrário