28/10/15

A dança

Ia dançar na companhia mais importante do mundo e a alegria invadia o meu corpo. Mas rapidamente começou o pânico e a histeria.
Não tinha coragem para dançar e sentia muita frustração porque estive a preparar durante muito tempo a audição. Se não dançava, a culpa seguir-me-ia por muito tempo.
Então, a música começou e os meus pés estavam movendo-se livremente. Tinha muita segurança em minha mesma, e finalmente pude desfrutar daquele momento mágico.
Amo a dança!

Lorena Garcés Santisteban, 24 anos, Perto de Sagnto (Valencia), prof Paula Pessanha Isidoro

Desafio nº 45 – emoções por ordem alfabética 

Sem comentários:

Publicar um comentário