30 dezembro 2015

Ultrapasse todo o seu receio

Ai, bela cabeleira a dela.
Ena, uma felizarda.
Garanto-te, hoje inteirei-me junto da linda mulher. Nada de ondulação artificial.
Perfeita, quem me dera!, responde com suspiro.
Toda uniforme.
Vou esconder a minha com o xaile. Que vergonha tenho Zané,

Zuca, o xarope não é venenoso. Ultrapasse todo o seu receio dos medicamentos.
Que paciência! Ontem nem molhou a língua. Jamais, irritante homem, guardarei o frasco. É para lhe dar à colher para ficar bom. Arre! Que teimosia.

Rosa Maria Pocinho dos Santos Alves, 52 anos, Coimbra
Desafio nº 20 – usar o alfabeto duas vezes no início das palavras e por ordem! Uma vez certo, outra ao contrário


Sem comentários:

Enviar um comentário