14/12/15

Uma questão de barulho

De dia, viam-se pouco... Era um casal estranho, diziam os vizinhos. As manhãs eram gastas a dormir e a reclamar o barulho que a vizinhança fazia.
Não pareciam más pessoas, mas eram implicativos. Como podiam querer que o dia fosse tão sossegado quanto a noite? O administrador do prédio estava farto de queixas. Convocou uma reunião para decidir o que fazer. Todos ficaram surpresos quando perceberam que o casal cuidava de crianças abandonadas. Estava entendido. Quem diria...?!

Amélia Meireles, 62 anos, Ponta Delgada

Desafio nº 6 – Início e fim: De dia viam-se muito pouco …….. Quem diria!

Sem comentários:

Publicar um comentário