01 fevereiro 2016

Que mais?

Nada mais havia a fazer que me resignar às consequências da colisão frontal.
Má sorte, se tivesse evitado aquele javali, nem o meu carro nem o animal imprudente deveram acabar sem glória numa vala.
Felizmente eu saí são e salvo.
Agora, restava-me apenas agradecer ao meu anjo da guarda.
Ora, coisas piores aconteceram nesse dia. Um comboio que bateu noutro, três mortos, ou o fã que foi atingido por um dardo na cabeça. Quem quereria perecer assim?

Theo De Bakkere, 63 anos, Antuérpia, Bélgica
Desafio nº 103 – 3 frases impostas por ordem


Sem comentários:

Enviar um comentário