12 fevereiro 2016

Sonhos no coração

Todos os dias se espantava com a vida. Era assim desde criança. Fascinava-se com o sol, a chuva, o brilho das estrelas e o sorriso da lua. Sonhava com o dia em que iria mundo fora sentir novas emoções que lhe sacudissem a alma. Nem a dureza da vida lhe conseguia apagar os sonhos...
Agora, já velho, restava-lhe olhar o mundo através da janela do quarto. E enxergava a sua beleza arrumando os sonhos no seu coração.

Isabel Lopo,69 anos, Alentejo

Desafio RS nº 34 – frase de Mia Couto

Sem comentários:

Enviar um comentário