03 fevereiro 2016

Tarde demais

Fiquei dentro do carro pensando que fazer.
Anos atrás tinhas-me traído mas pediste perdão, juraste que era a primeira e última vez. Como idiota, acreditei!
Mas depois voltaste a chegar cada vez mais tarde, a inventar desculpas a jurar a tua fidelidade...
Tinha de decidir, não podia continuar assim.
Entrei na pastelaria, olhei em redor tentando encontrar-te.
Ali estavas, acariciando-lhe o rosto sorrindo docemente.
Ficaste branco quando me viste, retiraste a mão levantando-te, mas era demasiado tarde.

Carla Silva, 42 anos, Barbacena, Elvas

Desafio RS nº 33 – uma história de enganos

Sem comentários:

Enviar um comentário