21 abril 2016

Aquele dia

É o dia no qual o Mercadona se converte num templo para mim, a secção do chocolate é o meu altar sagrado, e uma razão de adoração: Nutella.
Quando parece que as coisas não poderiam melhorar, aparece um cavalheiro bonito com olhos intencionais e um sorriso endiabrado, cheio de ironia tosca, a quem eu respondi com a minha fina indiferença.
Sou fiel. Ela nunca faria isso comigo. Foi una noite muito bonita no dia de São Valentim.

Irene Canduela Pérez, 23 anos, Santander, prof Paula Isidoro

Desafio nº 45 – emoções por ordem alfabética 

Sem comentários:

Enviar um comentário