21 abril 2016

18 anos

Finalmente, o dia tão esperado.
Faria dezoito anos, faria o que queria,
sem dar satisfações. Finalmente ser dona de si,
ninguém mandaria nela, chegaria a casa
às horas que lhe apetecia.
Tudo isto falou à irmã, sem lhe dar hipótese 
de a contrariar.  A mãe, que escutara tudo, achou que ela
foi longe demais. Esperou pela chegada do pai delas.
Antes de dizer que ia sair,
ouviu o RALHO da mãe, debaixo do OLHAR
inquisidor do pai.

Natalina Marques, 57 anos, Palmela

Desafio nº 17texto que contém pelo menos uma palavra simétrica

Sem comentários:

Enviar um comentário