18 abril 2016

As aparências enganam

Acordo,
Vou logo caminhar... 
Penso na casa a limpar.
Não me abalo,  
A cama já ajeitada deixo. 
Quando vejo uma gordurinha na cozinha, 
Poeirinha nos móveis da sala, 
Uma manchinha no chão...
Para não me estressar, uso óculos... 
Assim, meus olhos não percebem detalhezinhos 
Que tiram meu sossego... 
Faço tudo bem devagar,
Na vida, já tenho muito que trabalhar... 
Pareço viver num paraíso 
Mesmo com algo na casa a me observar, 
Ansiosamente, sem limpar... 
Afinal, venço sujeira!

Rosélia Bezerra, 61 anos, Rio de Janeiro, Brasil
Desafio Escritiva nº 6 – poderes mágicos no corpo


2 comentários:

  1. Boa Tarde, querida Margarida!
    Fico feliz de ver meus textos aqui...
    Bjm muito fraterno

    ResponderEliminar