21 abril 2016

É isto!

Nem taças de champanhe. Nem lingerie vermelha pelo chão.
Nenhum pequeno-almoço trazido à cama. Nenhuma flor. Nenhuma caixa de bombons.
Nem alianças. Nem postais de amor.
Nenhuma reserva para dois.
14 fevereiro de manhã.
Fora chove, faz vento, está frio.
Mas viro-me e vejo o meu cão e o meu namorado que ainda dormem, olho para eles, oiço-os respirar e sinto que não preciso de mais nada: tenho o coração cheio. Acho que o amor é isto.

Raquel Fidalgo Rodríguez, 27 anos, Salamanca, prof Paula Isidoro

Desafio nº 45 – emoções por ordem alfabética 

Sem comentários:

Enviar um comentário