30 junho 2017

Chica - desafio nº 120

Até quando
Uma pessoa que aos outros parecia sempre estar na maior alegria e cordialidade.
Porém os de casa sabiam como era realmente.
Era trapalhão, presa boa para se deixar enrolar por amigos e "amigos", que nem sempre o seu bem pretendiam.
O patriarca e seus conselhos eram por ele ignorados. A cada aprontada, outras promessas.
Todos ali sabiam que a trégua pouco resistia.
Logo, o chamado dos amigos soaria como uma isca.
Até quando resistiria?
Tomara se regenerasse!
Chica, 67 anos Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil

Desafio nº 120 ― reencontrar o caminho sem V nem F

3 comentários:

  1. Valeu participar. Quebrar a cuca faz bem para ativar os neurônios! Obrigadão! Lindo fds! bjs, chica

    ResponderEliminar
  2. A história da Chica ficou óptima!
    Um beijinho e bom fim de semana.
    Ailime

    ResponderEliminar
  3. As minhas queridas amigas não param!!!
    Beijinhos às duas

    ResponderEliminar