24/09/17

Maria do Céu Ferreira - escritiva nº 24

O Coelhinho Branco
Era uma vez um coelho,
De pêlo branco, branquinho,
Foi à horta buscar couves
Para fazer o caldinho.

Ao bater na sua porta,
Berrou-lhe a cabra malvada
Que se fechara lá dentro…
E o Coelhinho chorava…

Encontrou a formiguinha,
Cansada de trabalhar
Que logo o reconfortou,
Prometendo ajudar.

Bateram ambos então…

― Eu sou a Cabra Cabrês
 Vou aí faço-te em três…
― E eu, a Formiga Rabiga,
Se entro aí, furo-te a barriga.

A cabrita apavorada
Desabriu atordoada.
Maria do Céu Ferreira, 62 anos, Amarante

Escritiva nº 24 - mini histórias da infância

Sem comentários:

Publicar um comentário