22/11/17

Margarida Freire ― desafio RS 39

Mariana levantou-se lentamente. Aconchegou o xaile.
― Que frio danado!
Reagia sempre mal. Saudosa da cama? Talvez de calor!... Tinha que reagir!
― Gato, onde estás? Olha o leite. 
Nem ele, caramba! A solidão pesa. Eu que sei. Mas hoje, acaba-se. Estou farta, confesso.
O gato apareceu. Ronronando, às marradinhas. A pedir desculpa…
Mariana pegou nele. Abraçou-o com carinho.
― Somos só nós. Não é, ‘velhote’?
Trim-trim-trim…. ficou suspensa. Será que… será?
― Mãe, ‘tou chegando!
Sorriu ao gato.
― Ela lembrou-se!
Margarida Freire, 75 anos, Moita
Desafio RS nº 29 – sempre frases de 3 palavras apenas


Sem comentários:

Publicar um comentário