28/01/18

Ana Pegado ― desafio 118

Estava tensoimpaciente e desorientado. Quando a vi, desatei a correr. Atravessei a estrada e fui atrás dela a miar. Ela tentou mandar-me embora. Fiquei desiludido. Mas mantive a esperança, pois sou otimista e não desisti. Olhei nos olhos dela e vi a sua alma. E ela viu a minha. Miei novamente, ela abriu a porta de casa e deixou-me entrar. Senti a tranquilidade daquele lar e decidi ficar. Deitei-me no sofá. Foi amor à primeira vista.
Ana Pegado, 31 anos, Lisboa
Desafio nº 118 – associação de palavras



Sem comentários:

Publicar um comentário