31/01/18

Isabel Pardal – desafio 134

Chegou demasiado tarde. O navio não esperara por si. Sozinho no cais, evocava o rosto da tia Mercedes. O erguer da sobrancelha... A esquerda, certo? Como era possível erguer tão só uma sobrancelha deixando a outra imóvel, tomada de total paralisia! A tia era terrível nas suas fúrias contidas! E ficaria furibunda ao descobrir que o inútil do sobrinho perdera o navio, deixando Milú viajar sozinha. Uma caniche tão adorável... Lentamente, um sorriso gaiato desenhou-se-lhe no rosto...
Isabel Pardal, 53 anos, S. João da Madeira 
Desafio nº 134 ― «Chegou atrasado…»


Sem comentários:

Publicar um comentário