30/01/18

José Cáceres ― escritiva 27

A sua mãe acendeu um pauzinho de incenso. De repente, sentiu como se viajasse no tempo e se envolvesse na lembrança, como se apanhasse de novo o avião e abandonasse a casa para deixar para trás  a complicada vida ocidental. Um simples pauzinho que serviu para fazer uma viagem de mais de oito mil quilómetros. Recordando as montanhas e o deserto, os prédios vermelhos com tetos dourados, mais o sol no horizonte. Estava, de novo, em Lassa.
José Cáceres, 19 anos, Cáceres, USAL, prof Paula Isidoro
Escritiva nº 27 - cheiros












Sem comentários:

Publicar um comentário