25/02/18

Elsa Alves ― escritiva 29


Copos em fila. Canecas penduradas. Alguém abriu a porta do armário e arrumou uma chávena, em lugar de destaque. As canecas olharam-na com inveja; os copos com desdém. O mais alto mirou aquela nova hóspede. Aproximou-se dela. Meteu conversa :" Lágrimas? Por seres diferente? Anima-te... É tão sexy essa tua forma arredondada..." A chávena fungou. Mirou-o, de cima a baixo. Achou-o maravilhoso. O copo inclinou-se para ela, corada, embevecida. E assim trocaram o seu primeiro beijo de amor...
Elsa Alves, 69 anos, Vila Franca de Xira
Escritiva nº 29 – história de amor de objetos