31/03/18

Joana Marmelo ― desafio 138


Noivou no meu jardim, este casal de gafanhotos. Ele, robusto, de asas firmes e ela, franzina e de olhos dóceis, como os de qualquer fémea enamorada.
Decidiram casar numa manhã de verão. A borboleta e o besouro apadrinharam esta união de sangue verde, abençoada pelo escaravelho, respeitado sacerdote. Houve banquete toda a tarde na figueira do meu quintal e quando o sol se escondeu, em saltos de gafanhoto, foram de lua-de-mel, qual casal enamorado, para destino incerto.
Joana Marmelo, 50 anos, Cáceres, Espanha
Desafio nº 138 ― frase de Hemingway, dia do livro infantil


Sem comentários:

Publicar um comentário