31/03/18

Paula Castanheira ― desafio 138


Alice Mortágua aprendeu a ler antes da escola, alimentava-se de personagens, de mundos só seus. Com um radar afinado, captava as vidas dos outros e levava-as para dentro das histórias.
Tentaram arranca-la da ficção, retirar-lhe a liberdade, sugar-lhe a imaginação, fazê-la advogada. Chegou a ver na morte, a única porta para a liberdade.
Certa noite, num sonho apareceu-lhe Pessoa que lhe segredou: Matar os sonhos é matarmo-nos e Alice voltou. E lutou pelo que a fazia feliz!
Paula Castanheira, 54 anos Massamá
Desafio nº 138 ― frase de Hemingway, dia do livro infantil


Sem comentários:

Publicar um comentário