26 abril 2018

Natalina Marques ― escritiva 31


Durava há um mês aquele namoro que não andava nem desandava.
Todos os dias tinha uma desculpa esfarrapada para chegar atrasado.
Mas, naquele dia, seria diferente, prometeu que vinha a horas de ir ao cinema, mas ela não acreditou.
― Outra vez atrasado! Qual é a desculpa desta vez? Fizeste horas extras, ou tiveste de levar o cão à rua?
― Não... enganei-me no autocarro!!
― Pois agora dá meia volta e apanha o mesmo, antes que voltes a enganar-te.
Natalina Marques, 59 anos, Palmela
Escritiva 31 ― erros nos transportes

Sem comentários:

Enviar um comentário