27 maio 2018

Arseline e Ludmila ― desafio RS 39

É um sonho descobrir
Esse Sentimento
Profundo
Terno
Meigo

Ele vive num beijo
Ele vive num gesto
Ele é um sonho

Chegou no silêncio
Deste momento
Profundo
Terno
Meigo

É diferente
Lindo
Novo
E pode ser doloroso

É quente como fogo
E leve como vento
Nele existe flor
E calor
Respeito
E pudor

Difícil é descobri-lo
Vivê-lo
Tê-lo
Contudo com o tempo
Fornece sorrisos
Cresce e floresce

Esse sentimento
Profundo
Terno
É meigo
É um sonho vivê-lo.
Arseline e Ludmila, Licenciatura em Língua Portuguesa, 4.º ano, Instituto Superior Politécnico (ISP) – Universidade de São Tomé e Príncipe (USTP), prof Lurdes Ferreira
Desafio RS nº 39 – história de amor sem A!

Sem comentários:

Enviar um comentário