01 maio 2018

Carla Abegão ― desafio 137


Era ainda manhã cedo quando o burro espreitou pelo curral e com espanto viu junto à porta de madeira um talo verde com duas folhas pontiagudas. Ainda com alguns pingos de orvalho a cair por entre o verde das folhas, o Burro baixou o seu dorso levemente e contemplou a planta. Pensou para si que gostaria que daquele verde brota-se uma rosa igual aquela que viu, junto à casa, perto de um isqueiro, na manhã solarenga anterior. 
Carla Abegão, 29 anos, Valado dos Frades, Nazaré
Desafio nº 137 ― rosa, isqueiro, burro

Sem comentários:

Enviar um comentário