24 maio 2018

Natalina Marques ― escritiva 32


― Mãe, logo vou ao cinema, já convidei a Luísa.
― A relva está cortada como te pedi?
― Não, mas corto amanhã.
― Então esquece a Luísa e o cinema. Primeiro quero a relva cortada.
― Eu corto amanhã, prometo.
― Eu conheço bem as tuas promessas, são sempre a mesma coisa, dizes sim, e depois, nada.
― Eu sei, mas agora vai ser diferente.
― Então, filho, o GNU fez o trabalho?
― Fez pois, obrigado, pai. Mãe, a relva está cortada como prometi.
Natalina Marques, 59 anos, Palmela
Escritiva nº 32 ― um GNU na história

Sem comentários:

Enviar um comentário