12 junho 2018

Paula Castanheira ― desafio 143


Estudar nunca fora para Alberto, nos poucos momentos que o conseguiam segurar frente aos livros, voava da sala, à velocidade de um falcão-peregrino.
As pernitas do pequenote, nunca paravam quietas e bastava Isaltina distrair-se por segundos, para ele se escapulir com ligeireza de gazela!
Esta manhã, enquanto conduzia o táxi que lhe dava sustento, recordou a Mãe e o ditado que repetia vezes sem conta:
Se como a formiga trabalhar, muitos trevos de quatro folhas vou encontrar!
Paula Castanheira, 54 anos, Massamá
Desafio nº 143 ― novo ditado popular

Sem comentários:

Enviar um comentário