12 junho 2018

Zé Maria ― desafio 134


Cheguei demasiado tarde, o TEMPO não espera por mim. Mas estou...
Tudo aquilo era estranho, não existia passado, nem presente, nem futuro, era difícil pensar, viver era impossível sem pensar, sem tempo.
'Esperar implicava tempo!!!', pensei.
A própria frase sugeria um fazer de conta para o qual não estava preparado.
Implicava viver fora do espaço mundo, sem ter em comum com os outros, sem verbos, viver sem tempo é por um lado lírico mas por outro assustador.
Zé Maria, 37 anos, Sintra
Desafio nº 134 ― «Chegou atrasado…»

Sem comentários:

Enviar um comentário