28/10/18

Fernanda Branco - desafio 151

Olhei tristemente o velho funil, tombado aos pés do capote esfiado, ainda pendurado no gancho, ao lado do colete traçado, bordado a missanga. E vi a avó colocando num pratinho da minha infância, um belíssimo espargo verde com molho especial, perante o meu grito de alegria. E eu a trepar o perfumado limoeiro do quintal. Peças tão díspares, mas que fazem brotar em nós memórias que julgáramos desaparecidas em páginas amarelecidas do tempo, esta correntezinha de nostalgia.
Fernanda Branco, 73 anos, Vila Franca de Xira
Desafio nº 151 ― palavras com espargo

Sem comentários:

Publicar um comentário