13/12/18

José Valente ― desafio 28

Contradições de Natal
Brilham estrelas nas casas, cor e alegria
Tristemente, alguém chora numa cama de hospital
Sonhos, rabanadas, arroz doce, aromas nas mesas
Nalguma estrada, alguém distraído apoquenta uma família
Risos, gargalhadas, grande disposição,
Movimentam a mesa em grande agitação.
Tanta agitação desmedida que atinge o coração
Correm ambulâncias nas urgências dos hospitais
Nas casas, há presépios e grandes árvores de natal
Tudo anda a grande velocidade e desejamos que ninguém pare
Nalguma estrada, nalguma enfermaria, ou nalguma animação.
José Valente, 30 anos,  Lisboa
Desafios nº 28 e 29 – Natal e Passagem de Ano

Sem comentários:

Publicar um comentário